Muitas pessoas pensam que para chegar perto do crime virtual é preciso entrar em obscuros canais de IRC na Rússia ou Ucrânia, isso é um grande engano, o crime está bem perto, mais precisamente dentro do Facebook, e se tratando do crime virtual brasileira isso fica mais evidente ainda. Diferente de outros criminosos, o bandido virtual brasileiro gosta de aparecer e mostrar seus feitos nas redes sociais, a mentalidade da maioria é que não estão cometendo nenhum crime e sim criando um movimento de rebeldia, pois eles consideram que estão lesando apenas as instituições financeiras e não o cidadão brasileiro, seus ataques são voltados quase que 100% para o próprio cidadão do seu país, acredito que isso seja explicado pela falta de conhecimento em outro idioma, o que não acontece em outros locais como Europa e Asia por exemplo.

Abaixo são alguns prints dessa comunidade criminosa dentro do Facebook.

002

005
Venda de notas falsas.

Venda de notas falsas.

007

São dezenas e dezenas de grupos no Facebook focados apenas no crime virtual, diversos serviços são oferecidos e criminosos caloteiros são denunciados para que nunca mais sejam “desonestos” com os outros bandidos.

004

003

A partir do momento que você entra em um desses grupos, vão aparecendo “dicas” dadas pelo próprio Facebook de grupos similares, ou seja, o próprio algoritmo do Facebook ajuda o bandido virtual novato a encontrar novos grupos para aprender mais sobre como aplicar golpes nos brasileiros.

009

Testadores de logins são importantes para serem usados principalmente por laranjas, aquelas pessoas que por meio de vantagem financeira ficam na linha de frente de um esquema criminoso, nesse caso, um laranja é útil para fornecer sua conta bancária para receber uma quantia em dinheiro vinda de alguma ação criminosa ou para receber ou retirar algum produto que foi comprado por meios ilegais.

010

A fraude já não se limita mais aos cartões de crédito e contas bancárias, planos de telefonia, televisão e tudo mais que você conseguir imaginar já virou produto nas mãos dos criminosos.

022

São vendidos cursos também, para aqueles que querem entrar para o mundo do crime virtual. Obs: “Looter” são bandidos que dão cano em outros bandidos.

checker002Acima temos um painel de login e senha, é um serviço para testar logins e verificar se estão funcionando, temos PayPal, NetShoes, Ricardo Eletro e qualquer outra coisa que seja possível aplicar um golpe.

checker001

Abaixo coloquei o print de um fórum da DarkWeb que hoje não existe mais, mas era um local de alta concentração de bandidos virtuais, com vendas de cartões, drogas e armas, e máquinas de cartão de crédito alteradas, a chamada “Chupa-cabras”, o preço médio era de R$8.000,00, mas em sua maioria, o criminoso prefere alugar essas máquinas do que vender.

mn001

A impunidade é tanta, que existem até música sobre esse tipo de crime, abaixo coloquei um vídeo do “Bonde do cartão clonado”.