Depois de um bom tempo sem postar nada aqui no site pela falta de tempo, vou falar sobre o último livro que li, depois de todo o escândalo da NSA e sua espionagem global, achei que seria interessante saber mais sobre o assunto e não ficar apenas com as notícias que vi no programa da rede Globo.

IMG_20150308_202828697

O livro “Sem lugar para se esconder”, de autoria de Glenn Greenwald, um jornalista que gosta e sempre gostou de fazer o trabalho sujo, aquele tipo de pessoa que não se importa em levar pedradas por ai e aguenta bem levar socos no melhor estilo Rock Balboa retrata justamente a espionagem da NSA e de outros governos que fazem partem do chamado “5 olhos”, o grupo de países que fizeram uma união para lançar e criar meios para espionar seus cidadãos e o mundo também.
Foi graças a reputação de atrevido que o hacker Edward Snowden escolheu Glenn Greenwald para falar sobre esse assunto para o mundo, Snowden teve muitos problemas até conseguir fazer o jornalista confiar em sua história e aceitar falar com ele por meios criptografados, Snowden demorou mais ou menos 6 meses até convencer o jornalista a trocar e-mails e conversas, pois Gleen Greenwald não estava acreditando muito em seu novo amigo anônimo, o que não é de se assustar, imagine que você é contactado por alguém é essa pessoa quer te contar algo muito importante, algo que vai mudar o mundo, mas para isso você precisa usar complexos sistemas de criptografia antes de saber do que se trata realmente o assunto, um pouco difícil de acredito não?
O livro fala em detalhes de como foi esse encontro do jornalista com o hacker, conta com muita riqueza de detalhes o modo de agir de Snowden e sua paranoia(ou não), chegando ao ponto de cobrir com uma toalha o teclado do computador para caso existisse alguma câmera de segurança no seu quarto os dados por ele digitado não seriam capturados, mas principalmente o livro fala sobre o jornalismo é sua total covardia diante de notícias pesadas, mostra como esse segmento social esqueceu o seu belo apelido de Quarto Poder e virou apenas uma marionete de governos e do dinheiro, deixando para trás toda a ideologia de liberdade e de sempre mostrar a verdade, doa a quem doer, se rendendo a belas casas, camarotes em jogos importantes e dinheiro sujo para comprar a verdade e troca-la por mentiras que apenas sem o efeito de acalmar a população.
É bem vasta a documentação da NSA presente no livro, mostrando sliders de apresentações de novos métodos de invasão e espionagem, técnicas de como desmoralizar pessoas pela internet e todo tipo de serviço sujo, coisas que se você visse em um filme, acharia que seria juvenil demais para ser verdade. A espionagem eletrônica da NSA começou primeiro no Iraque, vendo que era algo muito legal, a NSA pensou:
-Por que não o mundo inteiro?
E é justamente isso que estão fazendo hoje em dia, ou melhor dizendo, há muito tempo, fazem a captura de dados do mundo todo, não foi sempre que tiveram ajuda de empresas como Yahoo, Google e Facebook, antes disso eles faziam essa captura de modo bruto, fazendo invasões aos sistemas e servidores dessas empresas, porém, fazendo uso de leis obscuras, conseguiram com que juízes criassem decretos para garantir a NSA plenos poderes para acessar os sistemas dessas empresas, tudo em nome de uma coisa chamada Segurança Nacional, seria um belo e nobre motivo se não fosse apenas um disfarce para espionagem global, o que eu não entendo é como os governos aceitam colocar tanto poder nas mãos desse tipo de agência do qual o único objetivo é fazer um serviço sujo e podre que em nada ajuda a evitar atos de terrorismo pelo mundo.

IMG_20150308_202852438

Se você está procurando um livro que fale exclusivamente sobre a NSA e sua espionagem global esse não é para você, esse é um livro feito por um jornalista e não por um analista de segurança, é um livro que fala principalmente em como o mundo está errado e como muitos valores foram perdidos em nome de uma senhora esquisita chamada Segurança Nacional, aqui você vai ler sobre relatos e muito desabafo de um jornalista que comprou uma guerra praticamente sozinho e já está ficando sem forças para lutar, acho que foi esse o seu principal motivo de ter escrito esse livro, tentar abrir os olhos de outros companheiros de profissão para que parem de ter medo e comecem a enfrentar o inimigo.