De nada adianta ser um criminoso virtual se você não pode ganhar dinheiro e é exatamente isso que a maioria das maiores mentes criminosos gostam, querem e precisam fazer para manter suas contas particulares em dia.
Em Julho desse ano um grande nome do mundo do roubo dos cartões de créditos foi preso, Roman Seleznev, vulgo “nCux” e “Bulba”, um rapaz de 30 anos de idade, acusado de invasão de algumas dezenas de centenas de servidores de pontos de vendas de grandes empresas comerciais com o objetivo de instalar malwares de captura de dados de clientes para posteriormente colocar em sua loja “2pac.cc” para vender e assim gerar mais e mais dinheiro.
Esse tipo de criminoso geralmente não trabalha na solidão, fazem alianças com diversos outros grupos criminosos e assim conseguem montar uma gigantesca rede criminoso ao redor do mundo, tão grande e profunda que acredito que seria impossível destruí-la completamente. Seus membros estão em toda parte, são políticos, empresários, hackers, jovens que querem ganhar dinheiro fácil, mulas de dinheiro, mulheres que muitas vezes são usadas para fazer compras em lojas e posteriormente vender esses produtos por valores bem inferiores no submundo e claro, funcionários de todo tipo de lojas, restaurantes, lojas de departamentos que contribuem diretamente ou indiretamente, nesse caso, apenas facilitam a instalação desses malwares em troca de uma boa quantia em dinheiro vivo.

Desde 2012 que o Serviço Secreto dos Estados Unidos está atrás do hacker e do seu bando e finalmente conseguiu colocar as mãos nele, o criminoso foi preso quando estava de férias na República das Maldivas, um pequeno país que fica perto da Índia, a questão aqui é que o criminoso é filho de um influente político russo e sua prisão está sendo considerada pelo governo da Rússia como um sequestro uma vez que ele foi preso fora da jurisdição territorial americana, com a ajuda do governo local o Serviço Secreto conseguiu fazer a prisão e envia-lo para os Estados Unidos onde ele aguarda julgamento.

russia_fraude

O fato aqui é que tanto o FBI, CIA e o MI6 não tem muito sucesso ao solicitar ajuda da polícia de países como Rússia e Ucrânia para fazer valer a lei e prender esses criminosos virtuais, tais países fazem vista grossa uma vez que os criminosos tem uma espécie de acordo de cavalheiros, isso quer dizer que toda a cardação (ato de fraudar cartões de crédito) é feito roubando esses dados de outros países que não sejam os deles, como EUA, Canadá e Brasil, então o FBI e outros serviços de investigações americanos e da Inglaterra conseguem efetuar prisões apenas quando esses criminosos tiram “férias” e vão para outros países, saindo assim do colo da sua pátria amada, como foi o caso do senhor Roman Valerevich e tantos outros cardadores por ai.

DmitryGolubov
Dmitry Golubov (Script)

Esse acordo silencioso começou em 2001, quando o primeiro grande fórum de criminosos foi criado, o CarderPlanet, o site era administrador por Dmitry Golubov (nickname Script), um jovem de Odessa, Ucrânia, que viu no crime virtual uma forma de sair da vida miserável que tinha no seu país devastado pela crise econômica depois do fim da União Soviética. Em 2002 foi feita a primeira conferência internacional de carders, os mais famosos e produtivos criminosos virtuais do mundo se reuniram em Odessa para decidir os rumos do crime virtual e nesse momento acharam que seria mais interessante ter algumas regras, como por exemplo não atacar o seu próprio país, principalmente a Rússia, nessa época a internet estava começando a ser um local de compra e venda, o dinheiro de plástico (cartão de crédito) estava ficando cada vez mais popular o que facilitava muito a vida desses criminosos.

Depois do CarderPlanet apareceram outros tantos fóruns de crime, como o CarderMarket e o DarkMarket, todos tiverem seus momentos de lucros.
Em 2005 alguns membros do DarkMarket queriam se divertir, se reuniram e foram para o Principado de Mónaco gastar dinheiro, estavam armados com 12 cartões American Express Centurion, também conhecido como Black Amex, um brinquedo feito apenas para magnatas, para servir de referência, nos Estados Unidos um cliente do Black Amex paga algo em torno de 5 mil dólares de taxa de adesão para ter o cartão e uma anuidade de quase 3 mil dólares.

American-Centurian-Card-Example

Isso deixa bem claro que esse tipo de atividade hacker não é coisa de criança, não são jovens do ensino fundamental que ficam hackeando sites de madrugando com seu Havij ou Kali, são quadrilhas espalhadas pelo mundo que levam esse trabalho muito a sério, a grande maioria acaba caindo nesse mundo por acaso ou sendo apresentado a ele por alguém, e vendo as facilidades de se roubar esses dados pela internet acabam ficando profissionais nisso.

Em breve falarei sobre um elemento de nickname Chan0, um Turco que se transformou em um dos maiores fornecedores de skimmers(aparelho colocado fisicamente em caixas eletrônicos para roubar os dados) do mundo.

Fontes:
http://en.wikipedia.org/wiki/Roman_Seleznev

http://www.themoscowtimes.com/news/article/russian-lawmaker-calls-for-sanctions-on-maldives-over-son-s-arrest/503202.html

http://krebsonsecurity.com/2014/10/seleznev-arrest-explains-2pac-downtime/

http://www.justice.gov/usao/waw/press/2014/October/seleznev.html